31 agosto 2006

Vovozinha


Quando eu crescer, se é que eu vou crescer um dia, eu quero ser uma vovozinha bem fofis de ser, com cabelo branquinho, pele macia, daquelas que quando abraçam a gente parece que o mundo inteiro mudou. Daquelas que fazem coisas maravilhosas para todo mundo, que quando a gente chega é recebido com um carinho difícil de descrever.

Quando eu for vovozinha fofis, minha geladeira vai ser um show à parte: vou forrar toda ela com aquelas rendinhas de plástico que os coreanos vendem em loja de 1,99, e vai ter todas as gostosuras do mundo lá dentro: pavê de chocolate, pudim, bolo, tortas... Além disso eu já vou saber tricotar bem pra caramba, vou dar suéter, meia e cachecol para a família inteira no Natal. E também já vou ser fera na máquina de costura, vou costurar todo o enxoval dos meus netinhos.

Só não vou abrir a porta para o lobo mau entrar, afinal, eu já vou ser bem mais descolada do que a vovozinha da Chapeuzinho Vermelho! Gentem, tudo isso é só para avisar que tem novidades láááááá nos meus outros blogs...


(Não tem semana que parece que precisa dar corda para a gente funcionar???????)

PS. AADOOOOOOOOOOREEEEI as receitas de chá gelado, vocês são super lindas...

PS2. Raridade do tempo das vovós: padronagens florais para bordado à mão livre. Não perca este link, clique na imagem e imprima, ou save as no seu computador!!!

24 agosto 2006

Rosas bordadas



A tarde não prometia muito, aquele dolce far niente de domingão. Até que Tetê me sai com um caderno, amarelado pelo tempo, afinal em sua primeira página estava escrito: janeiro de 1966. Era o caderno em que mamãe anotava suas aulas de bordado com tia Lúcia, na época em que Copacabana fervilhava com os acordes do iê-iê-iê.

Nem precisa dizer que me apaixonei por estas rosinhas bordadas à mão com fio de seda, ai meu Deus que luxo!?! O resto vocês já podem imaginar... Foi chegar em casa, deitar a criançada, colocar minha caixa de bordado na cama e… pronto. Destrinchei a receita e, na segunda rosinha, posso dizer que aprendi. Difícil vai ser explicar para vocês mas, vamos tentar? O ponto se chama rococó (descobri com a colaboração de minhas queridas amigas do BATE-PAPO) mas como o ponto parece uma mola, vou chamar de molinha na explicação.


Me apaixonei por uma blusa no Flickr! Por isso mesmo fui à Casa Miro esta semana e escolhi estas padronagens para fazer uma para mim e uma para a Lola. Santa Joana, minha costureira aqui do vilarejo, que topa sempre as minhas invencionices, mesmo que com algumas ressalvas: - Ai, Rosa, você me inventa cada uma! Quando ficar pronta eu posto aqui para vocês.

Ahhhh, já ia me esquecendo. Desta vez sou eu que vou pedir receitas para vocês: minha médica me proibiu de tomar café. Preciso de receitas de chá gelado, alguém tem alguma deliciosa para me passar? Quem souber posta no BATE-PAPO. Bjs grandes e até a próxima postagem…

20 agosto 2006

Agulhas e linhas


Tanto tempo sem conexão, que tédio! Mas minhas agulhas e linhas não tiveram descanso. Para o Zé, mais dedoches: são rápidos e fáceis de fazer, além de serem bem lúdicos. Fiz para ele estes animais da África!


Para Lola, tirei da gaveta meu projeto dos gatinhos, lembram? Peguei estes rabiscos e aprimorei o traço, fazendo o desenho final dos bonecos (menino e menina). Ampliei o modelo 150% e 200% na xerox, gerando assim 3 tamanhos de moldes: bebê, criança e adulto. Fiz os gatinhos em feltro, colei e costurei com ponto reto os apliques e fechei os bonecos com a ponto caseado. Não ficaram lindos?


Na brincadeira com a Lola, criamos com cola e retalhos de feltro (tenho um saco cheio) vários “acessórios”, como este delicioso bolo de chocolate e este peixe assado com batatas e tomates (pode?). Os gatinhos ficaram super felizes, teve até festa na casa da Safira (a gatinha branca).


E como esta brincadeira me deu fome, experimentei esta deliciosa receita de batata calabresa, ideal para servir de belisquete enquanto se papeia com os amigos. Fiz no fogão à lenha, e como vocês podem reparar, o Zé me ajudou...

17 agosto 2006

Fotografia para blogueiras

Alguma vez você já fez um trabalho lindo, escreveu um texto super simpático sobre ele, colocou no blog e... não ficou bonito do jeito que você queria? Ficou decepcionada? Não fica triste não, a culpa não é sua. É da fotografia. Fotografar bem a sua peça é a alma do negócio. Fotos podem desmerecer um trabalho lindíssimo, assim como valorizar trabalhos super simples. Basta saber fotografar. Então, vamos aprender um pouco sobre fotografia?

1. Luz.
Sempre que fotografar, opte por luz natural. São mais vivas, cheias de nuances, trazem um colorido especial à foto. Não estou falando para por a peça no sol não, assim a foto pode parecer saturada. Use e abuse da claridade. Fotografe a sua peça numa janela, num banco de praça, ou seja, em um lugar com luz natural ou próxima a raios de sol. Flash, nem pensar.

2. Cenário
Escolha um fundo para fotografar as suas peças: um lençol azul, uma bonita estampa de uma colcha, ou seja, fundos que não interfiram nas cores do seu trabalho, mas que dialoguem com ele. Por exemplo, se você tricotou um casaco em tons terra, fotografe ele sobre um belo tampo de madeira!

3. Produção
Produza suas fotos: se você quiser fotografar uma gaveta de roupas com um sachet, bote ela na janela, dobre as camisas mais bonitas e coloridas por cima, coloque o sachet bem a vista. Ou seja, crie a sua foto. Por que vemos fotos tão lindas em revistas e jornais? Produção, minha cara...

4. Ponto de vista
Imagine uma pessoa lá longe. Agora imagine ela abraçando você. Não é bem melhor? Assim que você deve pensar quando fotografar a sua peça. Se você fotografar de pertinho, fica mais aconchegante. Não sinta vergonha, fotografe, tire 20 fotos até você chegar a um resultado que te agrade. De cima, por baixo, de lado. Tente, experimente, uma dia você vai ter um jeito seu de fotografar.

5. Edição
Use um programa para editar suas fotos, eu uso o Picasa. Corte as pontas que você não gostar, ajuste o brilho, o contraste e as cores, use efeitos. É muito fácil.

Bom, não sou fotógrafa profissional, nem acho as minhas fotos as mais lindas do mundo, mas acho que estas dicas vão ajudar vocês!

Bjs grandes e até a próxima postagem.

10 agosto 2006

Contribuições

Ninguém merece, ficar sem conexão e ainda por cima quebrar o computador! Mas não tem problema, recebi várias contribuições por e-mail!


A Thaís, lá de Blumenau, inventou esta técnica de tricotar com sobras de malha, e fez este lindo tapete (não publiquei antes porque perdi a foto na minha lotada caixa de entrada). A Maria Inês mandou um site com dedoches de tricô (adorei o principe e a princesa). Já a Mariana mandou o link deste lindo carneirinho com molde em PDF para baixar. Além disto, mandou o link do molde deste cachorrinho feito pela Jenny (gentem, que ateliê é esse???????). Obrigada meninas, vocês foram lindas! E obrigada Ale pela receita do catavento (poxa, mas como é difícil...) Vou ficando por aqui e no fim-de-semana vejo consigo postar mais. Bjs

PS. Ahhhhhh, quem mora no Rio: a Casa Gourmet Arno reinaugurou no Via Parque, com aulas incríveis de culinária para você curtir (eu já me inscrevi, já viram que vem muitas receitas gostosas por aí...).

PS2. Quem já me conhece, pode curtir minhas últimas criações no Flickr. Aliás, se vocês me abandonarem aqui no BATE-PAPO, eu vou me mudar para o Flickr...... rsrsrsrsrsrsr.

PS3. Dá uma conferida no Travessuras também...

01 agosto 2006

Scrapbooking

Wow, estou eu aqui de volta, morrendo de saudades de vocês. Reciclada e renovada, e com tanta coisa para postar que, affffffffffff, tem assunto para o mês inteiro. Então vamos trabalhar?


Antes de mais nada, quero avisar que tem molde novo na praça. E que molde! A Myra, do My little Mochi, colocou o tutorial deste coelhinho fofis para fazer download em pdf. E de quebra vem com o molde de um gatinho mais lindo ainda! Ela pede para quem fizer mandar foto para ela, então já sabe, né? Faz, dá o crédito e manda a foto pois afinal, somos crafters politicamente corretas, não somos?


Scrapbooking consiste em você fazer álbuns de fotografias super transados, com papéis lindos de morrer, etiquetas, adesivos e tudo o mais que você pode imaginar que se venda em papelarias. Só que a moda pegou no mundo virtual. Então você faz a mesma coisa, só que no Photoshop. Calma. Eu sei que é difícil mexer neste programa, mas não desanime. Olha que blog legal estas meninas fizeram: é o Scrapblog, tudo explicadinho passo-a-passo para você incrementar suas fotos. E seus blogs! Eu mesma aproveitei uns papéis e dei uma "scrapiada" no Receitas do Tessituras e no Travessuras, que por sinal este mês vai ter várias novidades!

Agora olha só que beleza estes freebies de scrap que eu separei para vocês: tem o Shabby Princess, com kits incríveis para baixar, papéis lindos de morrer e feras de scrapbooking para você admirar. Vai curtindo tudo bastante que eu volto já, já.