04 novembro 2005

Criança gosta de...


Passear, correr, pular, cantar, sorrir, dançar, desenhar, inventar, ver o mundo de pertinho, receber carinho, muito carinho, e se lambuzar. Cheirar com o nariz, sentir areia grudada no corpo, afundar no colo da mamãe e do papai, fazer festinha em bichinhos e chorar. Comer coisinhas gostosinhas, biscoitinhos, pipoquinha, brigadeiro, bolo de chocolate e purê de batata.
Mas criança gosta mesmo é de brincar. Por isso eu vou dar neste natal para as minhas crianças (filhos, afilhados, sobrinhos e adotados):
- uma caixa de lápis de cor bem grandona, toda colorida, junto com uma resma de papel, para poder desenhar à vontade sem ter que pedir mais uma folha para a professora.
- umas folhas coloridas, com envelopes coloridos, e uns selos super legais, para escrever cartas para as pessoas que a gente gosta. Pode acrescentar uns autocolantes, mas tem que escrever e enviar as cartas!
- um livro de contos de fadas bem grandão, com um monte de histórias curtinhas, para dar tempo de ler uma por noite, ao invés de ficar assistindo televisão.
- um livro de aventuras bem legal, daqueles que se dá a volta ao mundo e descobre coisas incríveis, de dar uma vontade louca de arrumar as malas e sair por aí...
- cinco saquinhos de Três Marias (lembra?) costurados em chita e recheados com arroz. Mas tem que ensinar a jogar...
- um cachecol bem quentinho, cheio de flores e um gorrinho, para quem vai viajar. E uma blusinha bem mimosa, feita de fio, porque este verão vai esquentar!
- um quilo de farinha, açúcar e manteiga fresquinha, junto com umas forminhas, para a gente cozinhar uns biscoitinhos e botar para assar. Depois é só se lambuzar!
- uma boneca bem gostosa, molinha e jeitosa, que eu mesma fiz. E também um ursinho, bem quentinho, para tomar conta do soninho.
- um agulha sem ponta, uns novelos de lã, e uma talagarça para aprender a bordar.
- uma linha e um anzol, para a gente pescar.
- uma cestinha arrumadinha, com flores e fitinhas, para guardar umas coisinhas.
- uma semente porque a gente sente que o planeta tem que melhorar. Mas tem que plantar.
- um passeio bem bonito, com direito a piquenique, para a gente conversar. Deitar na grama e olhar o céu, deixar o sol esquentar. Falar sobre o ano que passou, combinar coisas para o ano que vai chegar. Aonde eu vou melhorar?
E também vou olhar dentro do olho, dar um beijinho na bochecha e agradecer aos céus tanta beleza…